MARTÍN MACÍAS TRUJILLO.

ARTISTA PLÁSTICO E CARACTERIZADOR FORMADO PELA ESCUELA NACIONAL DE LAS ARTES PLÁSTICAS ENAP – UNAM, NA CIDADE DO MÉXICO.

ANTES DA SUA INICIAÇÃO NA MAQUIAGEM PARTICIPOU DE EXPOSIÇÕES COLETIVAS, INDIVIDUAIS E CONCURSOS DE ARTES, ESPECIFICAMENTE DE GRAVURA.

EM 1991 GANHOU UM PRÊMIO DE GRAVURA NA BIENAL DE LA ESTAMPA, PELO MUSEO NACIONAL DE LA ESTAMPA NO MÉXICO, NO ANO DE 1990 INICIOU SEU TRABALHO COMO CARACTERIZADOR NA EMISSORA DE TV MEXICANA TELEVISA PARTICIPANDO DAS PRODUÇÕES DE NOVELAS E PROGRAMAS EM GERAL, RECEBEU CAPACITAÇÃO POR PARTE DA EMISSORA DE MAQUIADORES MEXICANOS E ESTRANGEIROS E EM LOS ANGELES, ONDE ESTUDOU COM TOM BURMAN ( COM QUEM FEZ 2 CURSOS) E KEN DIAS.

EM 1996 FEZ EFEITO ESPECIAIS E MAQUIAGEM DA PRODUÇÃO BRASILEIRA, GUERRA DE CANUDOS, DO CINEASTA SERGIO REZENDE (QUE TEM NO SEU CURRÍCULO FILMES INCRÍVEIS) E A PARTIR DAI SE PASSARAM 24 ANOS E MAIS DE 80 FILMES NACIONAIS E INTERNACIONAIS

FOI INDICADO A IMPORTANTES PRÊMIOS DE CINEMA ENTRE ELES:

PRÊMIO GAUDI DE CINEMA EM BARCELONA

PRÊMIO GOYA DO CINEMA ESPANHOL,

PELO FILME “LOPE” DO DIRETOR ANDRUCHA WADDINGTON.

ACADÊMIA DE CINEMA ARGENTINO

PELO FILME “EL ANDOR” DO CINEASTA ARGENTINO PABLO FENDRIK.

NO BRASIL FOI INDICADO VÁRIAS VEZES PELA ACADEMIA BRASILEIRA DE CINEMA E RECEBEU PRÊMIOS EM 5 OCASIÕES:

2007 PELO FILME “CASA DE AREIA” DE: ANDRUCHA WADDINGTON

2008 PELO FILME “TROPA DE ELITE” DE: JOSÉ PADILHA

2010 PELO FILME “BESOURO” DE: JOÃO DANIEL TIKHOMIROFF

2013 PELO FILME “HELENO” DE: JOSE HENRIQUE FONSECA

2015 PELO FILME “GETÚLIO” DE: JOÃO JARDIM